Home Page
top  
 

Por que é importante fazer a automonitorização?

Monitorizar significa controlar os valores de glicemia em um diabético, seja através do teste da glicose realizado no sangue pela punção do dedo ou pela glicosúria, através da urina.

A automonitorização compreende pelo menos a realização de três medições por dia, ou seja, antes do café da manhã, do almoço e do jantar. E é fundamental para o diabético que faz uso de insulina e pelo que se controla com dieta e comprimidos.

Em cada teste podem existir variações, pois a alimentação nunca é a mesma ou se faz as mesmas atividades o tempo todo.

Os níveis de glicose sofrem alterações, principalmente, quando relacionados à alimentação. Os valores considerados como ideais em um bom controle do diabetes são:

  • Em jejum, a glicemia deve manter-se entre 70-110mg/dl;
  • Duas horas após a alimentação, entre 140-160 mg/dl.

Quando se realiza a glicosúria só aparecerá traços ou algum resíduo de glicose na urina, quando os níveis já estiverem iguais ou maiores que 180mg/dl.

Nestas medições, deve-se estar atento para a chamada “urina residual”, o que levaria a um falso resultado. Para evitar esta situação, recomenda-se esvaziar a bexiga, beber água e então aguardar nova urina para realizar o teste.

A glicemia costuma aumentar após as refeições e de acordo com a quantidade e tipo de alimentos que é ingerido.

A vantagem da realização de um maior número de testes é a possibilidade de estar corrigindo, os níveis de glicose alterados, com insulina de ação rápida ou ultra-rápida. Isto impede que a glicemia se mantenha elevada durante muito tempo, causando complicações a longo prazo.

As flutuações da glicose sanguínea são avaliadas pela taxa de hemoglobina glicada (HbA1c) que reflete a média da glicemia nos últimos três meses.

O bom controle do diabetes é avaliado pelas taxas de hemoglobina glicada que devem se manter dentro dos níveis da normalidade, considerados para cada laboratório, na maioria das vezes, menor que 7%.

Sara_Kura
TOPO

 
borda   borda